segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Galheteiros

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Tudo ao molho


E aqui estão 8 colecções de bases para copos, todas prontinhas para entrar nuns saquinhos de organza e ofertar os amigos.


quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Bases pas copos - 3 e 4



Bases para copos - 2



Bases para copos


Estou à muito tempo desaparecida, ando metida noutros trabalhos, mas com a aproximação do Natal e a pedido de uma colega, andei a dedicar as horas do almoço a trabalhos pequenos mas que dão umas lembranças de Natal agradáveis à vista e em tempo de crise (maldita crise), são lembranças económicas e o que interessa mesmo é o carinho que colocamos naquilo que fazemos. Gostava de saber a vossa opinião. Aqui vai a 1ª remessa.


sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Acolchoado de Amor - Mariana Caria

A Mariana Caria, tem 36 meses, sofre de Paralisia Cerebral, já foi a Cuba para ser avaliada e já teve alguns progressos, mas precisa de ajuda para lá voltar e continuar os tratamentos, vamos ajudar a Mariana.

Acolchoado de Amor - Mariana

A Mariana é uma menina de 5 anos que sofre de Epilepsia, é uma menina alegre, inteligente e brincalhona, a primeira crise aconteceu aos 6 meses.

Acolchoado de Amor - Maria

A Maria é uma jovem de 18 anos. Jovem que sofre de cegueira.

sábado, 7 de maio de 2011

Acolchoado de Amor - Dinis


O Dinis tem uma doença muito rara, existem como ele mais 19 casos vivos em todo o mundo, ele é único nesta luta em território nacional. É uma doença genética, não identificável durante a gestação, já que é desconhecido o carácter genético, é de origem neurológica e já lhe custou a visão do olhinho direito. São 91,24 % de incapacidade física, detectado no seu cérebro pelas ausências de massa encefálica, que se caracteriza sobretudo pelas calcificações e quistos cerebrais que lhe deram lugar. O Dinis tem uma doença invulgaríssima e muito grave.



sexta-feira, 6 de maio de 2011

Acolchoado de Amor - Lourenço


O Lourenço é um menino igual a tantos outros: meigo, brincalhão, inteligente, observador…, mas a característica que mais se destaca é o facto de ser um LUTADOR.

Sofre de Doença de Pelizaeus Merzbacher. Trata-se de uma doença degenerativa do sistema nervoso central, genética, muito grave, que cursa com uma deterioração progressiva do quadro motor até à tetraparésia espástica, ausência de linguagem e encurtamento da esperança de vida. Não existe terapêutica.


quarta-feira, 4 de maio de 2011

Acolchoado de Amor - Caetana

A Caetana tem 20 meses, é portadora de uma doença rara... 
Tão rara que ainda não sabemos qual é.
A Caetana tinha pé boto falso, que já corrigiu com botinhas, tinha 2 sopros no coração que já fecharam naturalmente,  tem falta de vista e estrabismo, já foi operada recentemente ao estrabismo, estamos a aguardar resultados, tem dilatação bi-lateral renal com refluxo e está desde que nasceu á espera de ser operada para corrigir este problema, mas infelizmente as 2 vezes que foi chamada para ir ao bloco tivemos que adiar pois estava doente.
A Caetana também tem baixa implantação das orelhas, sendo uma diferente da outra, faces dismórficas, hipotonia (faz fisioterapia desde os 5 meses) e também tem craneocinestose e estamos á espera de vêr a evolução dela para saber se vai ter que ser operada á cabeça ou não...
Enfim, muita coisa para um ser tão pequeno.


terça-feira, 3 de maio de 2011

Acolchoados de Amor - Miguel e


O Miguel tem  5 anos, sofre de insuficiência renal terminal por síndrome nefrótico em contexto de síndrome de Pierson, em programa de Diálise Peritoneal. Apresenta, também, e entre outras, alterações na visão e no desenvolvimento físico e motor. (aparenta ser um bebe de 1 ano e pouco), tem pouco tónus muscular e ainda não anda sozinho (começa agora a dar os seus primeiros passinhos com ajuda).



segunda-feira, 2 de maio de 2011

Acolchoado de Amor - Ariana


A Ariana tem 3 anos, nasceu de 32 semanas e ficou imensas horas privadas de líquido amniótico, e hoje a dias de completar 3 aninhos é completamente “molinha” não tem reacções, é uma criança que inspira muitos cuidados e força. A família sem recursos financeiros e sem condições habitacionais, está muito abalada em termos psicológicos, num mundo que pouco ou nada oferece para que esta menina possa ser um pouco mais feliz. Esta mãe anda em média 6 km (3 para cada lado) a pé a cada vez que esta criança se dirige à Cerci para ter a sua fisioterapia que nem sempre é de reabilitação, poderá apenas ser realizada para se manter o que até agora conquistou… e não podemos confundir manutenção com reabilitação…..

Os acolchoados trabalharam com muito AMOR para a pequena Ariana, para que a sua mãe veja que não caminha sózinha e porque continuamos a acreditar que “passo a passo, pessoa a pessoa, por vezes o mundo mexe-se”.

Este foi o meu contributo para o acolchoado da Ariana:




domingo, 1 de maio de 2011

Acolchoados de Amor - Sorteio

Desculpem a minha ausência, realmente não tenho feito muitos trabalhos, estou dedicada de todo o coração a este projecto que me completa.

Fazer sorrir uma criança. Visitem e participem.

Este bordado foi feito para o acolchoado do sorteio. O sorteio serve para arranjar dinheiro para os tecidos e enchimento do acolchoado, quem não souber bordar pode sempre ajudar com tecidos, enchimento, linhas, etc.

Amigos divulguem nos vossos blogues. Obrigada, todas as ajudas são bem vindas.